segunda-feira, abril 06, 2009

Sensations directly from SKOL SENSATION

Uma balada comparável aos espetáculos da Walt Disney World. Assim foi o Skol Sensation, organizado pela marca de cerveja no pavilhão Anhembi (mesmo local do salão do automóvel),em São Paulo, na madrugada de sábado (04/04) para domingo.

A chegada à festa foi facilitada pela organização, com a distribuição de dois bilhetes grátis do Metrô juntamente com o ingresso. Como tanta gente optou pelo transporte subterrâneo, criou-se uma cena inusitada: centenas de pessoas vestidas inteiramente de branco (uma obrigatoriedade para a entrada no evento), desembarcando no terminal rodoviário Tietê para tomarem o ônibus, também oferecido gratuitamente, para o local. Devido à grande quantidade de pessoas, porém, muitos preferiram ir à pé ou de táxi para o Anhembi. Eu, meu colega e dois outros rapazes vindos de Belo Horizonte (que conhecemos na hora), rachamos a bandeirada noturna e as voltas digitais do taxímetro.

Feliz ano novo? Não, somente os baladeiros do Skol Sensation!

Ao entrar na festa, os participantes se deparavam com uma enorme estrutura, semelhante à uma àrvore, com diversos pontos luminosos. A Tree of Love (árvore do amor), abrigava em seu interior uma pick-up, giratória, palco dos DJs.

Às 23h em ponto, quem estava na pista (ainda meio vazia devido às longas filas fora do pavilhão) concentrou as atenções para o “caule” da árvore do amor. Uma voz em inglês convidou todos à dar as boas-vindas a Gui Boratto, o primeiro DJ da noite.

video

Aos poucos, a festa foi ficando mais lotada. Ainda assim, o espaço para circulação era grande. Segundo a assessoria de imprensa, todos os 40 mil ingressos, divididos entre pista, camarote e camarote diamond (vendido somente na Daslu, a custosos R$1000,00) foram vendidos.

Depois de Gui Boratto, o público foi convidado dançar com as performances de:

video
Erick E;

video
Fedde Le Grand;

video
Ferry Corsten;

video
Mark Knight;

video
E por fim, fechando a noite, Dj Mason.

Comidas e bebidas estavam com fácil acesso, localizadas em tendas afastadas da pista e com grande número de atendentes. Os que se cansavam podiam relaxar os pés e sentar na grande quantidade de cadeiras da praça de alimentação.

Os banheiros contavam com enxaguatório bucal como “mimo” para os participantes do evento, os quais, obviamente, desperdiçavam-no no ao usar modo excessivo. Além disso, mesmo com quantidade de cabines suficiente, muitos urinavam entre os vão das mesmas, tornando o local intransitável ao final da festa.

video  video
Durante toda a noite, dançarinos e artistas perambulavam pela pista de dança (sempre rodeados por seguranças), e fogos de artifício, acrobatas e muita música completaram o show. A cada mudança de DJ, um novo convite era feito, chamando todos para sentir as sensações trazidas pela vibe da música.

video
Uma voz, dizendo "skol sensation ends now" (Skol Sensation acaba agora), anunciou o final da balada, mas com direito a uma “canja eletrônica”: uma última musica agitou os incansáveis participantes mesmo depois da despedida.

video

Sensações muito boas

- A balada rolou de forma tranquila, sem brigas ou confusões e com ótima música o tempo todo.
video
- O público teve agitação até às 5h30 da manhã, trinta minutos a mais que o anunciado pelo site.


Sensações muito ruins

- O pagamento do estacionamento foi lento, e alguns reclamaram de pertences roubados na entrega dos carros.
- Fila para entrar e, claro...
video
...fila para sair.


Sensações péssimas

O ponto negativíssimo da festa se deu justamente ao seu fim. Com o término da música, muitos se encaminharam para trocar as fichas compradas por uma merecida hidratação. A triste notícia dada a todos pelos atendentes, porém, era que bebidas mais “baratas” (água, refrigerante e cerveja) haviam se esgotado, restando apenas energético, a R$12,00 cada. A informação revelou-se mentirosa, pois muitas embalagens com os produtos encontravam-se no apoio abaixo das mesas. Muitos clientes desistiram da compra e, talvez por insatisfação, talvez pela insuficiência de fichas, se livraram delas. Algumas foram encontradas já fora do recinto da balada. A sensação de alguns era que os organizadores queriam extorquir o máximo de dinheiro do público. A R$160,00 por cabeça, não precisava de uma dessas no final. A empresa, por meio de sua assessoria não se pronunciou quanto ao fato, até então.

LARCF

5 comentários:

Marcos disse...

Sensações péssimias II
Quer sensação pior do que aguardar por duas horas em uma fila que não se vê o fim nem o começo, de tão grande, e saber que ela não é respeitada nem pelos seguranças nem pelo STAFF, que não paraceu para ver a situação até perto da 1 h da manhã? Quer sensação pior do que perder a única coisa que diferenciava a SENSATION de uma outra festa qualquer, que era a abertura, porque você esperou em uma fila que não era respeitada pelo STAFF? Quer sensação pior de que pensar no valor que você pagou para ver a abetura e os melhores DJs da noite enquanto você está do lado de fora, e procura informação e não acha NINGUÉM do staff, que foram pagos com o seu dinheiro? Onde estariam?

Mel disse...

Achei a festa DEMAIS DEMAIS... A discotecagem do Fedde Le Grand (principalmente), ErickE e do Mason foram simplesmente geniais... O lugar estava legal, bem ventilado (na medida do possível) e a multidão branca era a coisa mais liiinda de se ver hehe

Só não curti nada da fila, achei uma desorganização total! E os preços estavam salgadinhos... Eu que não bebo cerveja, só me permiti uma dose de whisky com guaraná, mas paguei 25 reais a tooa pq de alcool só tinha um dedinho contra uma lata inteira de guaraná ¬¬ decepção total hahahahaha

Quanto ao problema do banheiro, beem... O feminino está muito bem organizado, tinha espelho de corpo todo, limpíssimo até o final da festa. Ainda bem :) hahahaha

Muito bem escrito o post, Luis, vou dar uma olhadinha nos outros ;D se soubesse que estava lá podíamos ter unido forças jornalísticas! hahaha seus vídeos ficaram ótimos tbm, bem legal com o post :) curti mto a festa, valeeu com certeza!

Luis Corvini Filho disse...

Grande Marcos, realmente, a fila para entrar foi triste. Eu cheguei um pouco mais cedo, estava dentro desde 22h20, justamente pelo medo de perder o grande barato. Espero que, ao menos, tenha curtido os line-ups e as meninas, que falemos a verdade, estavam lindas! hehehe!

Mel, realmente querida,deveríamos ter dado uma de super-gêmeos, ativar! hahaha.
Vou te passar meu tel para a gente ter contato mais rápido dos eventos que nos aproximam muito. Afinal, nada como jornalismo colaborativo!
m grande beijo!

Luis

TwResearch disse...

Fui tambem ao evento??? Parace que o eventou va gerar polêmica e várias discussões sobre a possibilidade de substituir, ou não, o Skol Beats. Qual fica, Sensation ou Beats? comente.

Luis Corvini Filho disse...

Olá TwResearch, obrigado pelo seu comentário!

Olha, infelizmente não poderei opinar sobre qual dos dois eventos é ou foi o melhor, e qual deveria ficar pois não tive a oportunidade de participar do Skol Beats.

Minha opinião pessoal: Não acredito que o Sensation venha a ficar, uma vez que foi algo esporádico e momentâneo, para seguir a onda de festas do Sensation ao redor do mundo.
Ele foi um show fantástico, com todos babando pela pirotecnia e shows óticos da "árvore do amor", mas acredito que seja isso.
Quem foi, aproveitou e marcou na história o momento único. Quem não, bem, outros eventos fantásticos ainda estão para ocorrer, dada a infinita criatividade humana. O que precisamos fazer é estarmos neles também, hehehe.

Um grande abraço!